As criptomoedas vieram para ficar e já estão firmes no mercado de imóveis. Mas como será que é possível comprar uma casa usando Bitcoin ou outra criptomoeda? É isso que vamos discutir por aqui.

A primeira coisa, antes de falar exclusivamente sobre transações imobiliárias que envolvem criptoativos, é explicar que esses ativos vivem exclusivamente no mundo digital. Diferente da nossa moeda nacional, o real, eles não têm uma forma física.

O segundo ponto é que o Bitcoin é apenas uma das criptomoedas que existe, a mais famosa inclusive, porém, existem milhares delas. Agora que você já se familiarizou um pouco mais com as criptos, vamos ao que interessa: o uso dessas moedas virtuais no mercado de imóveis.

E a resposta é, sim, é possível comprar imóveis com criptomoedas. Vamos te explicar tudo.

Negociando uma casa ou apartamento com criptomoedas

As criptomoedas são chamadas de “moedas digitais”, justamente porque a ideia por trás delas é serem uma alternativa ao dinheiro tradicional, chamado de moeda fiduciária. Assim, a ideia é que sirvam como reserva de valor, mas também como valor em trocas – traduzindo, que sirvam como forma de pagar por algo.

O mercado imobiliário, claro, não poderia ficar de fora dessa. Até como forma de diversificar os meios de pagamento oferecidos, grandes empresas imobiliárias já estão se adaptando para aceitar cripto. Ou seja, não apenas dá para comprar imóveis com criptomoedas, como está cada vez mais comum.

Na realidade, a transação em si pode ser bem simples. Se a moeda digital tem valor, quem quer comprar está disposto a dar como pagamento, e quem vende aceita essa forma de pagamento, o cenário está pronto.

Infográfico explicando o conceito de criptomoedas e como utilizá-las no mercado imobiliário

Nas corretoras de imóveis que atuam como intermediárias, aceitar Bitcoin e outros criptoativos ainda se torna uma forma de ter um ativo que pode se valorizar no futuro em sua carteira da empresa. Sem falar que isso moderniza a empresa que aceita um pagamento tão inovador, certo? Basicamente, nesse cenário, todo mundo sai ganhando.

O pagamento é feito por transferência entre carteira digitais – lembre que esse ativo não existe em forma física. Porém, isso não mudaria se a transação fosse em moedas tradicionais, certo? Afinal, hoje, fazemos a maioria dos pagamentos sem lidar com cédulas de dinheiro, até mesmo por segurança.

Agora, as possibilidades com ativos digitais e o mercado de imóveis não param por aqui!

Temos algo que pode ser extremamente novo para você: há outras formas de investir no mercado imobiliário e entrar no mundo de criptoativos, além do uso das criptomoedas para pagar sua casa nova. Vamos contar mais.

Tokenização de imóveis e as NFTs

Quando falamos de outras formas de investir no mercado de imóveis e aproveitar a onda cripto, a principal forma que vem ganhando atenção é a tokenização. 

Tokenizar algo é, basicamente, criar uma representação digital e até dividir em diversos pedaços, transformando em tokens. Com a tecnologia blockchain, que possibilita a existência das moedas digitais, os tokens também ganharam vida.

Token de imóvel para compra futura

Na área dos imóveis, um token é uma representação de um imóvel real, que pode ser dividida em diversos pedaços e dar o direito de governança sobre o bem para quem tiver tokens. Muito abstrato? Vamos deixar mais claro!

Um imóvel e sua escritura são tokenizados por meio de criptografia, para poderem ser fracionados – uma vez que o imóvel real continua inteiro, claro. A pessoa que quiser comprar um imóvel, mas ainda não tiver o valor completo nem puder financiar tem, agora, a opção de comprar frações de tokens deste imóvel.

Token de imóvel como investimento

Com o token do imóvel, a pessoa passa a ser proprietária da fração do imóvel que equivale ao valor pago no token.

Se o token tem um valor de 20% do total do bem, legalmente, a pessoa é dona de 20% da casa. Se a casa for alugada, a pessoa tem direito a 20% do aluguel. Agora, clareou, né?

Então, a maior sacada aqui é que a tokenização traz a possibilidade de um novo uso do dinheiro a investir em imóveis: você não precisa necessariamente ter todo o valor ou passar pelo processo (e pelos juros) de um financiamento para começar a ter um canto para chamar de seu.

Duas pessoas utilizando computadores e vendo as ações das criptomoedas

Caso o imóvel tokenizado se valorize, o valor do token acompanha. Então, quem gosta da ideia de investir em imóveis pode se interessar por essa possibilidade.

Mesmo que seu token seja apenas uma fração do imóvel, você tem tanto a opção de comprar mais frações do token, conforme tem fundos para isso, e acabar tendo 100% do imóvel, quanto a chance de receber aluguéis referentes à sua fração.

Caso todos que têm uma fração da casa concordem, ainda existe a alternativa de uma pessoa com um token morar na casa e pagar a parte do aluguel referente apenas à fração que não é sua. Quantas novas possibilidades, não?

Riscos e vantagens de usar criptomoedas nesse mercado

Os maiores riscos associados ao uso de criptomoedas na compra e venda de imóveis estão associados a dois fatores principais:

  • A transferência de valores
  • A volatilidade do mercado de criptoativos

Falando da transferência de valores, é importante cuidar de como ela será feita.

Caso decida por comprar ou vender um imóvel usando criptomoedas, tenha a certeza de usar formas seguras de transferência. Muita gente hoje tem suas carteiras digitais de criptoativos dentro de exchanges, justamente para não terem que cuidar da segurança por si, o que exige conhecimento técnico.

Evite transações P2P (diretas, sem intermediários). Ainda que existam taxas envolvidas com intermediários, o nível de segurança aumenta muito. 

Pessoa fazendo transação de criptomoedas no mercado imobiliário

Agora, sobre a volatilidade, o risco aqui é que o valor muda muito rápido. Então, quando se negocia uma casa em Bitcoin, por exemplo, de um dia para o outro, a cifra muda. Aliás, de um período do dia para o outro. É preciso ter atenção a isso.

As vantagens, por outro lado, são também consideráveis:

  • Surge uma nova forma de negociar imóveis
  • Com tokens, é possível comprar frações de imóveis
  • O recebimento em cripto pode ser uma reserva de valor interessante

Toda vez que um ramo oferece formas alternativas de negociação, todo o mercado ganha. É o caso de imóveis sendo pagos com criptomoedas ou se tornando tokens.

O surgimento dos tokens em si traz uma enorme variedade de opções, como dissemos, que podem ser muito interessantes. Este é um mercado novo e em adoção crescente, que ainda promete muito. Vale ficar de olho!

Sentiu que já pode comprar imóveis usando Bitcoin ou outras criptomoedas? Lembre-se de comprar e guardar seus ativos digitais com uma empresa de confiança, como a Bitso, exchange de criptomoedas segura que está no mercado há mais de 7 anos e tem mais de 3 milhões de pessoas cadastradas.

Este artigo foi escrito em parceria com a Bitso, exchange de criptomoedas na qual você pode comprar, guardar e vender os seus criptoativos.

Conheça o Harry e aproveite as melhores práticas de
gestão de leads no mercado imobiliário.