Eles são pequenos, eficientes e focados em públicos específicos. Os imóveis menores experimentam um momento de sucesso nas grandes cidades. Segundo dados divulgados de por entidades do mercado imobiliário, somente na capital paulista 250 mil